Cara gente branca - Original Netflix

Bom dia, boa tarde, boa noite!
Quem me segue no instagram, viu que eu coloquei uma publicação de "sugestões para o blog". Depois de algumas conversas, resolvi falar também sobre séries que eu vejo e séries que são baseadas em livros. 
Hoje eu trago para vocês, uma série que mexeu muito comigo e CARACA, vocês precisam ver! 








Alunos negros de uma conceituada universidade norte-americana enfrentam desreipeitos e a política evasiva da escola, que está longe de ser "pós-racial".

Essa é uma série original da Netflix, que fala sobre a luta dos negros para ter voz no campus, o protesto contra racismo e como eles vivem no dia a dia ou seja, como é ser um negro americano de verdade. A série contém 10 capítulos. Cada capítulo, foca em um personagem específico. 

A série começa falando de Samantha White ( uma locutora da rádio universitária do campus), que lidera um protesto contra a festa "blackface". Além do protesto contra a blackface, a série aborda sobre o assunto importante ,"homossexuais". Muitos criticam o personagem dizendo "não basta ser negro tem que ser gay", nela encontraremos a dificuldade de um negro gay se enturmar na sociedade e o processo de aceitação. Encontraremos também negros ricos que, mesmo sendo ricos, sofrem racismo, mulheres em busca da beleza perfeita e o relacionamento entre branco e negro. O empoderamento feminino negro está muito presente nessa série.




Quando eu vi essa série, me senti tão abraçada que eu só queria encontrar alguém para conversar sobre. Um dos episódios foi tão triste que eu chorei, pois, é o que mais acontece no nosso dia a dia. A cena é quando o policial vai até a festa em que está ocorrendo a briga, com tantos brancos e negros, ele apenas pede a identidade do protagonista que é negro, ele se recusa por achar "injusto" e com isso o policial aponta a arma pra ele.  Desculpem o spoiler, mas essa cena, mexeu comigo. Quem viu ou quem for ver, vai entender melhor.  

O que é blackface?
Para quem não sabe, são brancos que fazem fantasias em relação a negros (pintam a cara ou usam fantasias como nega maluca e macacos) ou até mesmo para "representar" mas, na verdade, não estão representando é nada (estão ironizando, humilhando, etc).

Vou deixar aqui para vocês, o trailer dessa série maravilhosa e, eu espero e muito, que abra a mente de alguns e ajude, colabore para que tenham um pouco de empatia. 








Nome: Cara gente branca

Gênero: Drama.

Temporadas: 1

Criador: Justin Simien.

Ano: 2017 












Comentários

  1. Amei a sugestão da serie, não vejo muitas porque não tenho Netflix ( buaaaa), mas quando tiver vou assistir. Eles realmente sobrem por racismo e quero ver como eles lidam com isso. Amei o post.

    Beijooo

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou. Jhe,Netflix é baratinho e vale a pena. haha beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Uau! Eu acho que essas séries são importantes para uma formação na sociedade. A gente vive em uma época de muitos jovens na internet e na Netflix, e que quando se deparam com esse tipo de tema, podem colocar a mão na consciência e ter mais cuidado com o que fazem, pensam ou brincam. Apesar de não estar comparando, eu acho que colocaria na mesma linha de 13 razões. O bullying, de modo geral, precisa ser abolido. E isso só vai acontecer quando não houver mais divisão de raças, gêneros, posição social. É preciso respeito mútuo de ser humano para ser humano.

    Arrasou na sugestão, no post. Beijinhos, amiga!
    Luar de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. super concordo com você e obrigada, amiga!! <3

      Excluir
  4. Oi Jennifer, que legal essa indicação. Não sou muito de ver séries, mas quando tem esse teor social me interessa e adorei o post vou sim começar assistir e depois comento contigo. Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Let! Fico feliz por isso. 💚

      Excluir
  5. Ai mds! Adoro esse tipo de série 😍😁 vou procurar na Net pra vê se já tem pq não tenho Netflix 😓.
    😘 aleituramagica.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH É muito bom! Procura sim, super recomendo. *-*

      Excluir

Postar um comentário